Brasil tem 230 mil novos casos de sífilis em 6 anos

Brasil tem 230 mil novos casos de sífilis em 6 anos

O Ministério da Saúde informou que entre 2010 e 2016 foram notificados 230 mil novos casos de sífilis, número elevado o suficiente para caracterizar uma epidemia da doença no país.

Mais de 60% dos contaminados foram identificados no Sudeste. No ano passado, foram notificados mais de 65 mil casos no país, sendo 56% deles também no Sudeste, com pacientes na faixa etária dos 20 aos 39 anos (55%), que se autodeclaram da etnia branca (40,1%).

Em 2010, a incidência da doença em homens era maior — cerca de 1,8 caso para cada caso entre mulheres. Essa média caiu para 1,5 homem/mulher em 2015. Ou seja, as mulheres são o grupo cuja vulnerabilidade vem aumentando.

Os casos de sífilis congênita, de transmissão da mãe grávida para o bebê, também cresceram expressivamente.

No ano passado, a cada mil bebês nascidos, 6,5 eram portadores de sífilis. Somente cinco anos antes, em 2010, esse número era de 2,4 bebês em cada mil nascimentos. Ou seja, a incidência da sífilis congênita praticamente triplicou em meia década.

fonte: R7